quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Quarto crescente…


Uma fatia de queijo, cortada à faca de um quarto de flamengo, com a forma de um ‘dê’ meio inclinado. Um pano denso de algodão, tinturado de preto, a servir de fundo. E uns cristais de sal marinho, cheios de brancura, espalhados à toa. São estes os elementos, dispostos num puzzle harmonioso, que ‘observo’ através da janela da cozinha.

São dez e meia da noite. E a Lua mostra-se à Terra numa das suas fases de quarto crescente…

5 comentários:

Gigi disse...

Sim, sim... também reparei na lua à vinda para casa. Estava linda!...

nandokas disse...

Olá gigi,
Ainda bem que também reparaste na Lua. E ainda bem que vieste até aqui para salientares que a Lua estava linda. Porque foi esse registo que, por omissão minha, faltou no 'post' e tu supriste bem.E, por isso, obrigado!
E, claro, agradeço também a tua visita, dado que és sempre bem vinda até este sítio, ok?

Gigi disse...

Ok. Continuarei a vir porque gosto da peculiaridade que este blog me transimite tal como já referi algures por aí...

nana disse...

A Lua como sempre mente, anuncia assim que está a crescer!
;)
welcome back!!
;)

nandokas disse...

Olá nana,
De facto, neste hemisfério a Lua é mentirosa. Aliás, diz-se que, em termos de mentiras, a Lua apenas é superada pelas mulheres... [atenção, isto é o 'diz-se', ok?].
No hemisfério sul, a atitude da Lua é oposta. Mas, diz-se que, naquelas bandas, as mulheres mantêm são solidárias com as do norte... [note-se que isto também é o 'diz-se', certo?].
E, como sempre, és bem vinda até este espaço.
Beijinhos.