sábado, 6 de novembro de 2010

Sou desalinhado!


Eles alinham
Vós alinhais
Nós alinhamos
Ele[ela] alinha
Tu alinhas
Eu não alinho


É verdade, eu não alinho. Ou seja, sou um desalinhado.

De manhã, acordo, levanto-me e, enquanto trato da higiene pessoal, tenho centenas de pensamentos, talvez mesmo milhares, penso em imensas coisas e em situações várias ao mesmo tempo. Muitas vezes essa ocupação do cérebro distrai-me dos minutos a passar e, quando dou por mim, já estou muito apertado em termos de tempo para cumprir com um ou outro compromisso. E nessas alturas, na tentativa de recuperar uma parte do tempo em que andei distraído, passo a fazer tudo com mais rapidez, com mais sofreguidão, até chego a transpirar de ansiedade. Ou seja, aí fico desalinhado.

Nas aulas de yôga, que frequento normalmente duas manhãs por semana, por vezes a instrutora manda executar um exercício para o lado esquerdo e verifico que estou a executá-lo para o lado contrário. Ou seja, estou desalinhado.

Quase todas as semanas jogo dois euros no euromilhões. Faço-o pela internet, a maior parte das vezes utilizo uma chave ao "calhas", outras vezes socorro-me de dias de aniversário de familiares, outras vezes ainda faço gerar uma chave aleatória. Mais tarde, normalmente aos sábados, constato que as minhas apostas saíram furadas. Ou seja, aí sinto-me desalinhado.

Bem, por agora, fico-me por aqui. É que são cinco e meia da madrugada, ainda não me deitei e as letras do teclado estão a parecer-me "confusas". Ou seja, estou a ficar desalinhado.

1 comentário:

pimentinha37 disse...

A instrutora lá estará na aula para te alinhar se quiseres, mas às vezes esse desalinhamento é muito bom! Faz-nos ver que somos diferentes e especiais :) Pelo menos tu és...