quinta-feira, 27 de novembro de 2008

A propósito...



A propósito do post anterior, tenho de admitir que, mais uma vez, mandei um pouco às malvas uma das regras que a mim próprio impus para as publicações neste blogue.

E um das regras consiste em não colocar aqui fotos de pessoas que, de alguma maneira, permitam a sua identificação na vida real. Pode ser parvoíce minha, mas, enfim, trata-se de um critério pessoal.

Como queria juntar um "boneco" ao pequeno texto daquele post, andei em pesquisas na internet por um desenho que representasse uma criança a dormir. Mas não encontrei um que fosse do meu agrado. E, daí, pensei que o mais interessante até seria um "boneco" do protagonista, desde que fosse adequado ao teor do texto e não mordesse os calcanhares ao referido critério [ou, pelo menos, que não mordesse muito].

Foi assim que cheguei a dois instantâneos captados na mesma altura, já lá vão mais de dois anos [não podiam ser recentes, por razões daquela regra]. Um deles é o que saiu no post abaixo e o outro é colocado hoje ali em cima [depois de uma operação de "recorte"]. E se resolvi publicá-los é por estar convicto que, em ambos, o meu "amigo e companheiro" [é assim que o trato muitas vezes] apenas poderá ser reconhecido por quem o conhece no dia-a-dia, ou seja, por familiares e amigos.

E era isto o que queria dizer [a propósito do post anterior, claro!].

5 comentários:

Gigi disse...

Não há nada mais enternecedor do que uma criança a dormir. Quando são nossos então...

Não tinha visto este post... é posterior ao seguinte embora apareça antes, não é? Quero dizer, assim como uma manobra para passar despercebido por causa da foto... é, não é?

nandokas disse...

Olá Gigi,
Foi quase isso, descobriste-me a careca...:)
Bjs

pin gente disse...

como é que me falhou este post?
que carinha bonita!

beijos

nandokas disse...

Olá pin gente,
Sabes, falhou-te porque foi lançado aqui depois do "livro de bolso", embora tenha sido escrito antes. E, como mantive a data e hora em que foi editado, foi parar ao sítio correcto [aconteceu mais ou menos o que a Gigi disse acima].
Beijocas.

pin gente disse...

quem me mandou não ler a gigi!

beijos