quinta-feira, 16 de abril de 2009

Não sei se te perdi





Não sei se te perdi. Olho, apreensivo, aquelas nuvens escuras que fogem rapidamente no céu cinzento.

Apesar dos meus esforços, não consigo ler nelas qualquer mensagem tua. E das duas uma: ou não me disseste nada através delas ou, então, não sei decifrar o código das tuas palavras.

Mas pressinto que te perdi. E se te perdi, sei que algo se perdeu em mim. Como hei-de ter a certeza?...

6 comentários:

pimentinha37 disse...

Nando... tu não perdeste nada. Quem perdeu foi o porto... :(
Beijinhos, dum coração e pimenta azul!

nandokas disse...

Olá pimentinha,
Sabes, o jogo de ontem já é passado, vamos olhar em frente...
E, para ti, amiga querida, beijinhos com sorrisos.

aalves disse...

nada se perde em nós. nada. nem as memórias que já não temos memória.
pode-se é ganhar. dor ou alegria. insegurança ou segurança. outra e outra e outra vez.

Não temas o que não sabes.

beijo (menos estridente que o de hoje! heheeheheh! que bronca!) :D

nandokas disse...

Olá aalves,
Sabes, creio que há várias situações da vida que nos levam, por vezes, a perdermos algo em nós [desde a alegria, o entusiasmo, a vontade de comunicar com os outros, o deseja de ver o dia amanhecer e...]

Ah... aquilo foi culpa minha. Sabes, quando me sinto bem com alguém, expresso-o de forma efusiva [e o sítio não se compadece com isso, lá pede-se quase silêncio]. Mas também não houve bronca, pois não? eheheh

Beijo [menos estridente, pronto!]

aalves disse...

Ola Fernando sei bem do que falas, acredita, nomeadamente no que diz respeito à vontade de comunicar com os outros. Quanto ao entusiasmo, deixa lá isso! Eu adoreiiii!!! E não houve brona, claro que não! Eles são todos boa gente e compreensivos, como sabemos. :)

Beijo muito azul para ti! (é verdade, chama-me Ana ou Cláudia, como preferires)

pin gente disse...

muito bonito, nandokas!
a foto é um espanto, parabéns!