segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Coisas da mente




Nos nossos relacionamentos pessoais, profissionais ou de outra natureza, quer sejam esporádicos ou mais ou menos duradouros, temos diferentes formas de exprimir ou de vivenciar tudo o que passa pela nossa mente, isto é: os sentimentos, as emoções ou os pensamentos.

Se o fizermos com uma cara séria até dizer “basta”, com uma cara de poucos amigos ou até com uma cara a dar sinais de carrancuda, é mais que certo que teremos muitas dificuldades em comunicar seja lá com quem for, pois estaremos a passar uma ou mais mensagens negativas, do género:





Mas, ao contrário, se um sorriso sincero e espontâneo, mesmo que algo tímido, abrir o nosso rosto ao cruzarmo-nos com alguém na vivência do dia-a-dia, certamente que a comunicação com os nossos interlocutores terá um cariz agradável. É que, aqui, estaremos a transmitir ou a partilhar coisas positivas da nossa mente, tais como:





O objectivo deste post não é apresentar questões complexas acerca da mente do ser humano, até porque não tenho capacidade intelectual ou bases científicas para tal tarefa.

E, por isso, de forma simples e com sorriso aberto, pergunto-te: o que achas?


2 comentários:

pimentinha37 disse...

Gostei :)

Gigi disse...

Acho que estás correto no que escreves, nada como sorrir ou receber um sorriso para que que a vida nos pareça mais leve.

Porém, a mim acontece (montes e montes de vezes) ser acusada de estar sempre muito séria, tão séria que pareço aborrecida com toda a gente. E vezes há em que o meu riso (sou uma mulher de riso fácil) é interpretado como troça...